Trânsito: Prefeitura faz mudanças e sinaliza trecho da Rodovia Transamazônica, próximo ao aeroporto

0

A Prefeitura iniciou na manhã desta terça-feira (9) a mudança na sinalização, vertical e horizontal na confluência da Rodovia Transamazônica e Avenida Antônio Vilhena (próximo a loja Havan), no núcleo da Cidade Nova. As mudanças têm como objetivo facilitar o fluxo de veículos e reduzir o número de acidentes que ocorrem no trecho.

As obras serão realizadas em dois pontos da Rodovia. O primeiro trecho a sofrer alteração será em frente ao quartel do Corpo de Bombeiros para entrada na Avenida Samuel Monção. Lá será feito recuo do canteiro e nova sinalização instalada. O segundo ponto vai acontecer em frente ao aeroporto, neste trecho o atual acesso da Rodovia Transamazônica para a Avenida Antônio Vilhena será fechado, sendo utilizado apenas o retorno, localizado em frente ao acesso para o aeroporto, que será completamente sinalizado e vai receber semáforo.

“Num primeiro momento vamos fechar o cruzamento com a Avenida Antônio Vilhena, pois é o ponto de maior conflito e vamos abrir uma entrada no retorno seguinte ao canteiro onde já estamos fazendo uma faixa de desaceleração e depois iremos entrar com o semáforo, pois vai aumentar o fluxo de veículos e vamos fazer um canteiro de separação de entrada e saída de veículos da Avenida Antônio Vilhena”, explicou Sérgio Ferreira do setor de sinalização de trânsito do DMTU.

De acordo com Sérgio Ferreira, no local era preciso separar o fluxo de veículos para tirar a malha de conflito no trecho. “Precisávamos separar este fluxo, muitos acidentes estavam acontecendo, agora é trabalhar a educação para o trânsito informando a população das novas mudanças”, disse.

Quem trabalha próximo ao local diz que já testemunhou acidentes no trecho e aguarda pela melhoria. “Já testemunhei muitos acidentes aqui neste trecho, alguns com mulheres grávidas, agora acho que vai mudar um pouco porque fica apenas uma mão”, afirmou o comerciante Paulo Ricardo Vaz.

De acordo Francisco Cândido Pereira, responsável pela empresa contratada para realizar a obra de construção dos novos canteiros no local, os serviços devem ser entregues num prazo de 30 dias. “Vamos construir três desaceleradores, uma divisória na entrada da Antônio Vilhena onde será construído um canteiro, além disso vamos fechar o atual retorno em frente a loja Havan”, concluiu Francisco.

Novos projetos do DMTU

Além dos serviços menores, mas também de grande relevância, como a movimentação e renovação de placas de sinalização, o DMTU – Departamento Municipal de Trânsito e Transporte Urbano – finalizou 15 projetos novos no mês de junho, visando facilitar o trânsito de veículos e pedestres e principalmente evitar acidentes.

Dentre os novos pontos que ganharam sinalização está a metade da Avenida 31 de Março, no Bairro Liberdade, onde foi realizada toda a sinalização horizontal, com eixo, borda, travessia para escolas, revitalização e criação de novas faixas de pedestres. No bairro Francolândia, feitas umas três sinalizações de parada de ônibus, criando nova rota para os coletivos que se destinam ao Bairro São Félix, uma antiga reivindicação da comunidade.

Esse novo itinerário foi comunicado às empresas de transporte coletivo, que já tomam as providências com vista à expansão da linha de ônibus naquela área.

Feita também a revitalização de faixas de pedestres em toda a Avenida VE-3, também chamada de VP-8, na Nova Marabá, desde a Vila Castelo Branco à rotatória próxima à Casa da Cultura.

Sinalização vertical e horizontal de três grandes ruas no bairro São Félix (Avenida Floriano Peixoto, Zacarias de Assunção e Rua Castelo Branco), com placas de “Pare” nas interseções, revitalização do que já existia, incluindo pintura de lombadas, para melhor visualização dos condutores.

No bairro Amapá, em frente à Delegacia da Mulher, foi sinalizada como área de segurança; e em frente ao Comitê do Bolsa Família, entrada da Marabá Pioneira, também colocadas placas de reserva de vaga para idoso e deficiente.

Muitas pinturas de lombadas recém-construídas e já existentes, na Nova Marabá e outros pontos da cidade: três na Folha 28, duas na folha 17, três na Folha 30, duas na Folha 12,

Foram iniciados outros três projetos em junho. Um deles é a sinalização da Travessa Ambrósio, na Marabá Pioneira; sinalização da Folha 12, às proximidades do Colégio Militar Rio Tocantins (CMRio), iniciada com uma faixa de pedestre, mas paralisada em consequência de obra da Cosanpa.

Há também em andamento uma sinalização semafórica no cruzamento da Avenida Castelo Branco com Alfredo Monção, início da Avenida Boa Esperança, no bairro Laranjeiras. Foi iniciada a obra com algumas faixas, mas falta chegar o material do semáforo.

Texto: Victor Haôr e João Batista
Fotos: Paulo Sérgio

Nenhum Comentário

ACESSIBILIDADE
X